Angola Downloads


Facebook Twitter

WEB   IMAGENS   NOTÍCIAS   MUSICAS MP3   DOWNLOADS   VIDEOS

Pesquise nos principais motores de busca mundiais, com um só click! Pesquise notícias, imagens,
ficheiros para download, vídeos e musicas em MP3

Chimpanzés de Angola na África do Sul

Chimpanzés de Angola na África do Sul A embaixadora de Angola na áfrica do Sul, Josefina Pitra Diakité, visitou na província de Mpumalanga o santuário de preservação de chimpanzés denominado Jane Goodal Institut Ching Eden.
Durante a visita, a embaixadora constatou as condições em que são cuidados os 14 chimpanzés oriundos de Angola na sequência de um acordo entre as autoridades dos dois países.
A visita ao santuário de chimpanzés na áfrica de Sul permitiu constatar que os animais, que continuam a ser do Estado angolano, estão a ser bem tratados.
A embaixadora explicou que os primatas começaram a ser transferidos para a áfrica do Sul em 1994 e que está a ser feito um levantamento sobre o paradeiro de outros animais que saíram do jardim zoológico da Ilha de Luanda.
Josefina Pitra Diakité vai contar com o apoio do Ministério da Agricultura para ter o quadro completo da localização dos outros animais, porque já lá vão muitos anos desde a sua chegada à áfrica do Sul. A embaixadora acredita que o Ministério da Agricultura sabe o que se passa e espera por um sinal para a entrega de um mapa global dos animais.
Uma das preocupações manifestada pela embaixadora é o facto dos chimpanzés não se reproduzirem, porque o acordo entre as partes estabelece apenas a preservação dos animais, que eram maltratados no país por pessoas singulares que os mantinham em cativeiro. Josefina Pitra Diakité considerou importante a criação em Angola de um santuário de preservação da espécie: “Vamos dialogar com outras instituições no sentido de ajudar a educar as nossas comunidades sobre como tratar os animais, sendo um elemento positivo os intentos do Executivo relativamente à conservação do Ambiente”.
Há indicações de existirem mais animais ameaçados nas províncias da Huíla e nas províncias mais ao norte do país.


Em Angola, um dos promotores de acções viradas para a preservação dos chimpanzés é Mário do Carmo, que prepara em Lisboa o lançamento de um segundo livro sobre o tema. Trata-se do Chimba II, onde se conta tudo o que foi feito pela Associação de Protecção à Fauna Angolana (APFA) no salvamento de 12 chimpanzés que se encontram em santuários da áfrica do Sul, Brasil, Alemanha e Holanda.
O gestor adjunto do Instituto de Reservas de Chimpanzés, Marc Cronje, disse que o acordo prevê o resgate e preservação e não a reprodução. O Instituto Jane Goodal Ching Eden, localizado na província de Mpumalanga, cuida de 14 animais oriundos de Angola, que só regressam quando tiverem a certeza de que ficam em segurança no país de origem. Além de animais provenientes de Angola, na Jane Goodal Ching Eden há chimpanzés oriundos dos dois Congos, Sudão, Togo, RepÚblica Centro Africana e Itália.
A região, considerada santuário de espécies raras de chimpanzés, tornou-se num centro turístico. Para ter acesso ao santuário é preciso pagar 100 rands por pessoa e as visitas variam de sete a 100 turistas por dia. Trabalham no Jane Goodal Institut Ching Eden  três equipas de cinco elementos cada, numa área de 100 hectares, onde também existem girafas, cabras do mato, gazelas, impalas e outros animais selvagens.

 

Veja tambem...

Disponibilizamos no nosso portal várias ferramentas úteis, nomeadamente uma área de downloads, pesquisa de musica angolana. Notícias de África, Angola e Luanda.